Secretário de Educação presta esclarecimentos a Câmara de Vereadores de Propriá

por Mozzarth Almeida publicado 26/04/2019 14h10, última modificação 26/04/2019 14h23
A convocação aconteceu por meio do Requerimento de nº 65 de 2018, no qual solicita esclarecimentos sobre a reforma das escolas, obras paralisadas das escolas, manutenção das escolas e cronograma de reformas.

O Secretário Municipal de Educação, Rafael Sandes, esteve no Plenário da Câmara Municipal de Propriá, na última terça-feira, 25, atendendo o Requerimento de nº 65 de 2018, no qual solicita a sua convocação para falar sobre a reforma das escolas, obras paralisadas das escolas, manutenção das escolas e cronograma de reformas.

Os vereadores Mattheus Silva (PHS), Junior de São Miguel (PHS), Marcos Graça (PSC), Pequeno (PPS), Heldes Guimarães (PT), e a vereadora Branca Enfermeira (PRP), foram autores do requerimento, posteriormente a visitas realizadas pelos mesmo em escolas municipais.

Na ocasião, os parlamentares fizeram diversos questionamentos embasados no tema, onde o Secretário teve a oportunidade de esclarecer os fatos, mediado pelo Presidente da Casa de Leis, Aelson Publicidade (PSD).

"Compreendo com naturalidade a cobrança dos Vereadores, representantes direto da população, e o momento de debate, que, a meu ver, deveria ser constante. Mesmo diante das dificuldades, enquanto Secretaria de Educação, estamos conseguindo vencer alguns desafios. Temos conhecimento dos problemas que algumas Escolas estão enfrentando, mas estamos buscando, pouco a pouco, a solução. É necessário, para tanto, uma articulação realizada pela gestão! No entanto, apesar dos desafios, é preciso afirmar que avançamos em dois anos mais do que nos últimos 15 anos", afirmou o secretário.

“A vinda do secretário foi positiva, pois ele prestou esclarecimentos e depois dessa visita esperamos que realmente ele resolva os problemas existentes nas estruturas das escolas do nosso município”, enalteceu Junior de São Miguel. “A sessão foi proveitosa, trouxemos para o Plenário o que ele já tinha conhecimento. O que queríamos realmente era entender a situação das escolas e buscar uma maneira juntamente com o secretário e o prefeito para resolver os problemas, e não para apontar culpados”, completou Pequeno.

LEGITIMIDADE DA CONVOCAÇÃO

 A convocação está assegurada pelo Art. 28 da Lei Orgânica do Município de Propriá, que por deliberação da maioria de seus membros, a Câmara poderá convocar Secretário Municipal ou Diretor Equivalente para, pessoalmente, prestar informações acerca de assuntos previamente estabelecidos.

error while rendering plone.comments